OURO PARA O BEM DE SÃO PAULO

Retirado de http://moedas.hi7.co/-ouro-para-o-bem-de-sao-paulo–1932-56c6b96305eec.html

No dia 9 de julho de 1932 o Estado de São Paulo revoltou-se contra o Governo Federal e deu início a uma das mais sangrentas revoluções civis já ocorridas em terras brasileiras, a Revolução Constitucionalista de 1932.

O Estado de São Paulo posicionou-se vigorosamente contra o golpe que acabara de apear o paulista Washington Luís da Presidência da República e instaurara no país um Governo Provisório dirigido pelo gaúcho Getúlio Vargas.

A revolta durou quase três meses – de 9 de julho a 2 de outubro daquele ano – e consumiu, só do lado paulista, segundo alguns historiadores, 1000 vidas humanas. O lado federalista jamais divulgou suas baixas.[1]

Mas não é esse exatamente o nosso assunto aqui. Vale à pena, contudo, uma breve leitura sobre o episódio na Wikipedia. Coloquei o link ao final da postagem.[2]

O esforço de guerra paulista levou à criação de uma gigantesca campanha de doações e donativos, chamada Ouro para o Bem de São Paulo. Como grande parte da população era simpática aos revoltosos, a campanha arrecadou enormes quantidades de ouro na forma de joias, principalmente alianças entregues sem remorso pelas senhoras paulistas e paulistanas, ricas quatrocentonas ou simples trabalhadoras. Cada doação recebia em troca um certificado, como o visto no começo da postagem. E foram muitos desses papéis a serem impressos.

Pois bem. Finda a guerra, vitorioso Getúlio, continuou São Paulo de posse de grande quantidade de ouro e recursos, e é aí que entra a Arquitetura em nossa postagem. Como não desejavam ver esses recursos irem parar nas mãos dos vitoriosos getulistas, resolveram os paulistas destiná-los à Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, que optou por sua vez por construir um grande edifício comercial na Rua Alvares Penteado, 23.

O nome do prédio não poderia ser outro: Ouro para o Bem de São Paulo.

Uma placa no prédio atual diz: Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo / Este prédio foi construído com o ouro angariado para o bem de São Paulo / Em 1932.

Agora vem a melhor parte. O projeto do edifício atual, de 1936, ganho em concurso pela Severo, Villares e Cia. Ltda e construído em 1939 pela Cia. Construtora Camargo & Mesquita, reproduz fielmente a bandeira paulista. Além dos treze andares alusivos às treze listras da bandeira, estão lá o retângulo e o círculo que deveriam receber o mapa do Brasil. O mastro representa, empilhadas, as milhares de alianças graciosamente doadas pelas senhoras paulistas, e até o quepe constitucional paulista, hoje objeto de desejo de colecionadores, está lá, no alto do mastro, em homenagem aos soldados que deram a vida em nome de um ideal democrático.

DSC_1212_Predio Ouro para o bem de São Paulo

[1] Lima, Luiz Octavio de. 1932: São Paulo em Chamas. São Paulo: Planeta do Brasil, 2018.

[2] https://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%A3o_Constitucionalista_de_1932.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: